domingo, 4 de março de 2012

Che e os cristãos

Che Guevara e os Cristãos "Os cristãos devem optar definitivamente pela Revolução e muito especialmente em nosso continente, onde é tão importante a fé cristã na massa popular. Mas os cristãos não podem pretender na luta revolucionária, impor seus próprios dogmas, nem fazer proselitismo para suas igrejas: devem chegar sem a pretensão de evangelizar os marxistas e sem a covardia de ocultar sua fé para assemelhar-se a eles. Quando os cristãos se atreverem a dar um testemunho revolucionário integral, a Revolução Latino-Americana será invencível, uma vez que até agora os cristãos permitiram que sua doutrina fosse instrumentalizada pelos reacionários". As palavras acima de Che Guevara, primeiro, desmistificam marxistas que dizem que todos os ícones da revolução foram ateus e não quiseram diálogo com os cristãos, que, no dizer destes, são portadores do atraso.. Segundo, tomamos estas palavras de Che Guevara como proféticas, portanto inspiradas. Che Guevara está colocando as condições para a revolução na América Latina. Quando os cristãos se atreverem a dar um testemunho revolucionário integral, a Revolução Latino Americana será invencível. Quão verdadeiras foram estas palavras de Che Guevara! Nelas se acham as razões porque a revolução nunca vingou na América Latina. Não estava no poder dos marxistas a sua realização, mas no poder que eles teriam de despertar os cristãos para ela. E então seria invencível! Nunca se viu na América Latina os cristãos se despertarem para a revolução, e esta é a explicação, única, porque a Revolução nunca aconteceu em nosso continente. Está nas premissas. A Revolução Latino Americana só seria invencível quando os cristãos dessem testemunho integral. Ora, até agora os cristãos permitiram que sua doutrina fosse instrumentalizada pelos reacionários: as palavras de Che Guevara estão carregadas de pessimismo, ele pressentindo que a revolução nunca acontecerá na América Latina, porque ela está no poder dos cristãos, e os cristãos são dominados pelos reacionários? Que isto nunca aconteça! Quem tem o espírito percebe que Che Guevara descobriu as razões dos limites da revolução no continente latino-americano, e a dedução é a mais lógica possível: ele está lançando um apelo aos revolucionários: querem a revolução? Olhem para os cristãos! Quando ganharem a sua confiança e adesão nada mais deterá a revolução na América Latina. Ela se tornou irreversível! Vila após vila, cidade após cidade, país após país, foram contagiados do seu poder e das suas esperanças. Tornaram-se revolucionários. A efervescência revolucionária está por todos os lados, em cada coração, balbuciada nos lábios, em lábios que acredita... Os revolucionários irão compreendê-lo, se abstendo do seu dogmatismo? Os cristãos irão compreender que seu testemunho revolucionário é parcial, passando então a dar um testemunho Integral de sua fé, aderindo à revolução e não mais permitindo que a sua fé seja instrumentalizada, pelos rochedos ocultos sob á água, nos seus ágapes, banqueteando-se convosco, como tão bem aparece na epístola inspirada de Judas? Ora, uma vez que Che Guevara tinha uma confiança inabalável na Revolução, e a revolução iria acontecer quando os cristãos dessem um testemunho integral de sua fé, não podemos dizer que quando Che Guevara concebeu esta visão foi uma revelação de Deus? Deus lhe mostrando o potencial revolucionário adormecido nos cristãos? Destarte, como Moisés que foi levado por Deus ao alto do monte Nebo, ao cume do Pisga, e dali lhe foi mostrado toda a terra do outro lado, que ele mesmo não entraria, mas entraria o povo que libertou do Egito, ora, não podemos dizer que nestas palavras de Che Guevara sobre os cristãos foi na verdade Deus consolando seu espírito, que na verdade a revolução iria ocorrer em todo o continente latino-americano, mas quando chegasse o tempo dos cristãos serem despertados para ela e passarem a dar um testemunho integral de sua fé? Esse dia chegará realmente à América Latina? Os cristãos, essencialmente majoritários, se acordarão para darem um testemunho integral de sua fé, ao lado do combate às concupiscências da carne, que tem traspassado a muitos com muita dor, também um combate contra as concupiscências do dinheiro, que tem semeado nos lares brasileiros tantas desgraças? Pelo amor à raiz de todos os males, é sem conta o número de brasileiros que se arrastam no seu sofrimento? Ora, Deus é aquele que dá a promessa e a cumpre. E quando vemos políticos como Cristovam Buarque, que tem escrito onde fala que a paz do homem está na sua reconciliação com a Transcendência, que é o homem integral, e Marina Silva, que tem uma fé inabalável em Deus, a nós é muito claro que Deus está se movimentando para cumprir as palavras inspiradas que saíram da boca de Che Guevara. E já vemos, no espírito de profecia, os jovens que amam Che Guevara e a revolução, bem como todos os religiosos verdadeiramente cristãos, católicos e evangélicos, se encaminhando para este caminho, conscientes, convictos, que é ele que vai criar não só um Brasil, e não só uma América Latina, mas uma terra inteira de gente feliz, de gente feliz que ama o próximo como a si mesmo; que busca não a sua vantagem, mas a vantagem da outra pessoa (a essência verdadeira do cristianismo),como tão bem aparece na Palavra de Deus (*). E quero terminar estas colocações chamando a atenção de marxistas que acham que todos os ícones da revolução foram ateus e não quiseram diálogo com os cristãos, que foi encontrado na mochila de Che Guevara quando capturado na Bolívia um poema com versos do poeta Leon Felipe: “Cristo, te amo, não porque desceste de uma estrela, mas porque me revelaste que o homem tem lágrimas e angustias, chaves para abrir portas e cerrá-las à luz”. Quantas e quantas vezes Che Guevara abandonado por todos os seus naquele lugar abandonado não balbuciou estes versos de Leon Felipe? Cristo, te amo? _________________ *I Coríntios 10.24

Um comentário:

Ernesto Cavalo Doido disse...

O sistema ofusca a relação de Che com o cristianismo.