sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Para Marilena Chauí, Autocrítica é Stalinismo e Inviabilizaria o PT! Por isso sou stalinista! Sou Autocrítico

Disse: “Fico uma fera quando dizem que o PT precisa fazer autocrítica. Essa expressão foi inventada pelos tribunais do estado”.
Referia-se ao estado soviético, embora sem mencionar o nome da extinta pátria do socialismo. Lembrou apenas que “autocrítica” foi a palavra-chave na farsa dos julgamentos de Trótski, Bukhárin e outros bolcheviques dos anos 30.
Assim, para a ex-discípula e psicógrafa do filósofo libertário francês Claude Lefort, a mera ideia de um partido discutir seus erros numa democracia remete ao terrorismo totalitário dos Processos de Moscou.
Sua conclusão, porém, foi digna de um apparatchik da corte de Stálin: “Não podemos cobrar aquilo (a autocrítica) que inviabilizaria (o partido)”. Assunto encerrado.


O restante do texto é interessante, mas não concordo com tudo. Leia mais aqui

Um comentário:

Sérgio Rodrigues disse...

De construção e governança socialista na antiga URSS a Marilena Chauí não conhece nada. Daí expressar mantras trotskistas!...

A crítica e a autocrítica é uma formulação de Lênin!...Não é comportamento de pecador, como parece que ela entende.

A crítica e autocrítica prima antes de tudo pelo fortalecimento do Partido, tendo por base o lema: "crítica boa e bem vinda é aquela que nos fortalece,"